Follow by Email

quarta-feira, 29 de junho de 2011

E viva o INVERNO!!!

E com o inverno temos a aportunidade de nos agasalharmos de forma elegante.. Com roupas lindas...



Que nos deixam muito mais elegantes...




As comidas deliciosas...


E os grandes festivais de inverno...

O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana

Fórum das Artes, mantém sua visão de extensão universitária, tendo uma preocupação especial com a comunidade. Compreendido como uma forma de concretização das manifestações culturais abre à população e visitantes diversas possibilidades de encontro, descobertas, conhecimento e intercâmbio. A cada ano o festival de inverno se firma como um dos maiores festivais do gênero nos país, tornando a região dos inconfidentes um dos principais roteiros culturais do Brasil durante o mês de julho. Todas as atividades do festival são pensadas e executadas a partir de um eixo temático que incorpora as peculiaridades regionais, as inovações em todo o país e os ecos de propagação internacionais. O caráter artístico e educacional valoriza o espírito coletivo e garante a continuidade do processo de repensar praticas salvaguardando as bases culturais que constituem a sociedade, seus valores e a continuidade de sua história.




E VIVA O INVERNO!!!

domingo, 19 de junho de 2011

Relacionamentos Descartáveis



Em meio a tantas transformações sociais, focalizamos nossa atenção no verbo "ficar", o qual, segundo mestre Aurélio, tem o sentido de demorar, perdurar, permanecer e, em franca contradição, hoje é utilizado pelos nossos jovens para significar os efêmeros relacionamentos, que duram o tempo exato da novidade e da atração sexual.

O que aconteceu com o relacionamento afetivo dos seres humanos? Em que momento o mapa de aproximação, a dança do acasalamento, presente em todas as espécies animais, foi esquecido pelo autodenominado homo sapiens? Em que momento o instinto selvagem se sobrepôs à sensibilidade despertada pela razão de seres pensantes? Onde foi parar (ficar?) o coração dos jovens que têm medo de amar; medo da entrega e do comprometimento, bases estáveis para o desenvolvimento da intimidade e da qualidade, em qualquer relacionamento que pretenda ser duradouro?

Por se manterem integradas às regras da Mãe Natureza, outras espécies animais obedecem aos rituais instintivos de acasalamento, cumprindo etapas essenciais à procriação e sobrevivência de sua espécie. Um gato, na expressão mais ampla do sentido que esta palavra tem hoje, no vocabulário popular, procura impressionar e seduzir a fêmea, com seus elegantes movimentos.

Na espécie humana, este mapa de aproximação deveria reproduzir as fases do desenvolvimento psicossexual, criando espaço para o desenvolvimento da sensibilidade necessária, para a identificação de afinidades:

1º) Fase ocular: Primeiro momento de idealismo, que busca encontrar suas próprias respostas, nos mistérios ocultos nos olhos do outro; 2º) Fase oral: O compartilhar do sopro da vida, na expectativa de encontrar o alimento afetivo; 3º) Fase anal: A primeira expressão da busca da permanência do contato com o outro, através do toque; 4º) Fase genital: A quarta e última etapa do encontro, da entrega capaz de permitir a procriação da espécie, depois de realizada a escolha mais adequada, para garantir a estabilidade do relacionamento afetivo.

Mas não é isso o que acontece nos dias de hoje. Motivados pela sociedade de consumo de bens materiais ou emocionais, os jovens saem às ruas em busca de quantidade, e não de qualidade. Querem contabilizar quantas vezes "pegam" ou "ficam" com alguém, traduzindo, em números elevados, a miséria afetiva de seus corações. Têm medo de amar, de sofrer, de se decepcionarem ao descobrir que o outro não lhes traz a garantia da tão desejada felicidade. Por isso se usam, mantendo a relação em seus níveis mais superficiais, visando apenas o esvaziamento imediato da tensão libidinosa, tendo como objetivo apenas o prazer físico.

Tudo isso tem como conseqüências o risco da gravidez indesejada, da transmissão de doenças sexuais, do vazio existencial do dia seguinte, quando se verifica que pouco ou nada restou do relacionamento vivido na noite anterior. Quem era esse ser humano com quem se trocou fluídos orgânicos? Quais seriam seus desejos mais ocultos? Seus sonhos? Seus ideais? Seus objetivos de vida? Ilustre desconhecido com quem se compartilhou os mistérios do corpo, mas de quem não se conheceu os mistérios da alma.

Por tudo isso, indagamos: Qual foi o momento, na história recente da humanidade, em que o dança do acasalamento, com todos os seus passos, foi deixada para trás? Em que momento os seres humanos perderam a sensibilidade do encontro amoroso? Onde foi parar a delicadeza de conquistar o ser pensante, o ser amante, promessa de encontro saboreado com antecedência pela mais viva imaginação?

Não há mais tempo para o sonho e para a poesia quando os desejos imediatos são logo saciados, partindo-se, em seguida, em busca de alimento para o coração que permanece faminto do verdadeiro amor. Será por esse motivo que nossos jovens chamam as relações descartáveis de "ficar"? Será que, através deste verbo com tantos significados de durabilidade, eles enviam mensagens de alerta sobre a morte do amor em nossa civilização?

Nos anos 30, Vinícius de Moraes, um dos nossos mais ilustres poetas, em seu "Soneto de fidelidade", nos ensinava:

"(...) Eu possa me dizer do amor (que tive):

Que não seja imortal, posto que é chama,

Mas que seja infinito enquanto dure"

Como sabiamente nos mostra o poeta, não esperamos que os relacionamentos de seres em permanente processo de transformação e crescimento interior possam ser eternos, mas que eterna seja a sensibilidade de nos lembrarmos de que o amor é um sentimento que flui de quem ama para quem é amado, num exercício de doação de si mesmo, que alimenta o crescimento do outro, ao invés de consumi-lo em relacionamentos antropofágicos.

Fonte: Sueli Meirelles - especialista em psicologia clínica

sábado, 11 de junho de 2011

FELIZ DIA DOS NAMORADOS..


É pode ser considerado piegas ainda em pelo século XXI comemorar o dia dos namorados, mas sentimento não se muda com o tempo nem espaço gostaria de escrever um belo texto para os casais enamorados, mas por mais que escreva LINDAS palavras somente o sentimento pode falar por nós então VAMOS viver intensamente o AMOR que é o mais belo dos sentimentos.

FELIZ DIAS DOS NAMORADOS...


Aproveitem e curtam esta letra que é uma verdadeira declaração de amor...


"De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure."

terça-feira, 7 de junho de 2011

Cartas de AMOR...

Quem nao tem uma música tema do seu relacionamento??? Se na vida fictícia os casais apaixonados tem a música do casal pq na vida real, não pode acontecer o contrário.
Vai aí uma dica de uma música do Jota Quest para inspirar a materialização do seu momento "novela" rs





Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos
traduzidos em palavras
pra que você possa entender
o que eu também não intendo.

Amar não é que ter sempre certeza
é aceitar que ninguem é perfeito pra ninguem
é poder ser você mesmo e não precisar finjir
é tentar esquecer e não conseguir fugir(fugir).

Já pensei em te largar,
já olhei tantas vezes pro lado
mas quando penso em alguem,
é por você que fecho os olhos

Sei que nunca fui perfeito,
mas por você eu posso ser
até eu mesmo que você vai entender.
posso brincar de descobrir desenho em nuvens
posso contar meus pesadelos e até minhas coisas futeis.
posso tirar tua roupa,
posso fazer o que eu quiser
posso perder o juízo,mas com você eu to tranquilo(tranquilo)

Agora o que vamos fazer?
eu tambem não sei.
afinal, será que amar é mesmo tudo?!
se isso não é amor, o que mais pode ser???
estou aprendendo tambem.

Já pensei em te largar,
já olhei tantas vezes pro lado
mas quando penso em alguem,
é por você que fecho os olhos

Sei que nunca fui perfeito,
mas por você eu posso ser
até eu mesmo que você vai entender.
posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas futeis.
posso tirar tua roupa,
posso fazer o que eu quiser
posso perder o juízo,mas com você eu to tranquilo(tranquilo)

Agora o que vamos fazer?
eu tambem não sei.
afinal, será que amar é mesmo tudo?!
se isso não é amor, o que mais pode ser???
estou aprendendo tambem

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Poeminha amoroso... Cora Coralina

Para começar bem a semana OFICIAL DOS NAMORADOS E em contagem regressiva que tal este lindo poema da Cora Coralina...





Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu…
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu…
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo…
eu te amo, perdoa-me, eu te amo…”

domingo, 5 de junho de 2011

OS CINCO SENTIDOS do AMOR...

É estamos em contagem regressiva, para a semana dos namorados, pq assim fica mais emocionante e não deixar que o comércio escolha somente um dia e que tal pensar em alguns preparativos para a semana? E nesta busca pra trazer novidades encontrei um artigo muito legal e tenho a maior alegria de compartilha-lo com vocês. E claro, vamos fazendo as nossas adaptações de acordo com o nosso tempo, a nossa intensidade e o nosso relacionamento.
Mas viver com que amamos os 5 sentidos do amor é uma experiência MARAVILHOSA!!!
Boa sorte!!! Espero que este texto possa contribuir para trazer grandes idéias para vocês...

Um grande beijo...

BUSQUE UMA INTIMIDADE MAIS PROFUNDA!






O livro de cantares é um livro que muitos queriam arrancar da bíblia, os religiosos e legalistas que acham que Deus proíbe tudo que está relacionado ao prazer entre um homem e uma mulher casados, não suportam ler este livro, porque cantares é um livro onde Deus fala de sexo abertamente, claro! A Bíblia é o manual do fabricante para os humanos então não se poderia deixar este assunto de fora, É também no livro de Cantares que Deus dá a estratégia dos 5 sentidos. Vamos lá!


O livro de cantares traz segredos tremendos para impedir a rotina no relacionamento do casal, e um desses segredos é que você mulher de Deus trabalhe para criar um clima e um ambiente que venha aguçar os 5 sentidos (visão, olfato, paladar, audição e tato) de vocês dois proporcionando um prazer que vai além do ato sexual.



UMA NOITE PROGRAMADA





A preparação para a noite dos 5 sentidos é o que mais garante o sucesso deste dia, é uma preparação espiritual, onde você vai chamar a presença de Deus para o seu quarto, então não pule essa etapa!

A noite do 5 sentidos têm que acontecer na casa do casal está é uma especificação do Senhor, porque será no leito do casal que Deus vai operar no relacionamento.

Durante a semana da data marcada comece a jejuar (tire pelo ao menos uma refeição) pela sua intimidade, comece a falar para Deus o que mais tem impedido vocês de viver o casamento que sonharam, fale também para o Senhor o que gostaria de ver no seu marido que iria te dar prazer, como carícias, palavras, comportamento, fale com detalhes para Deus.

Durante esta semana também compre em lojas evangélicas um vidro de óleo ungido, ante de usá-lo ore sobre o óleo e consagre-o a Deus,
E todos os dias coloque um pouco de óleo em seus dedos e toque nos quatros cantos de sua cama fazendo uma oração mais ou menos assim:

Pai a tua palavra diz que seja o leito do casal sem mácula ou contaminação e o casamento respeitado por todos.

Paizinho firmada na tua poderosa palavra peço agora que o Senhor venha purificar o meu leito, meu relacionamento com meu marido e a nossa aliança.

Eu repreendo agora em nome de Jesus todo espírito de briga, frieza, separação, adultério, mágoa que queira agir dentro do meu quarto.

Senhor Jesus renova minha intimidade com meu esposo (nome do esposo), nos dê estratégias novas, traga o vinho novo para o nosso amor.

Me ensina a ser uma mulher carinhosa, me capacita a preencher o meu marido de uma forma profunda e que ele venha me preencher como mulher também.

Jesus eu te peço que o Senhor mostre ao meu marido os meus valores e minha beleza, que ele se agrade dos meus cheiros e de minha pessoa.

Pai se alguma coisa está impedindo de nos entregar-mos sem reserva eu te peço como tua filha que venha ser quebrado agora em nome de Jesus.

Vou realizar a noite dos 5 sentidos firmada na tua palavra porque acredito que o teu Espírito Santo vai trazer fontes de prazeres inesgotáveis para o nosso amor.Amém.

Oração para consagrar óleo.

Senhor Jesus eu consagro este óleo para ser usado especialmente no teu serviço. Pinga uma gota do teu sangue neste óleo Senhor para que onde ele for tocado e através da oração com fé seja purificado. Em nome de Jesus Amém.


A ESCOLHA DO DIA É FUNDAMENTAL






Na estratégia dos 5 Sentidos você vai separar UMA data por mês para preparar uma noite especial para vocês dois.

Será somente Uma vez por mês, não queira realizar toda semana ou todo dia porque não vai dar certo, é uma noite especial e coisas especiais não acontecem todos os dias, contudo os resultados dela vão influenciar todos os outros dias do mês, você entendeu? É uma noite exclusiva onde Deus vai visitar a intimidade de vocês.

Este dia deverá ser escolhido a dedo por você para preencher os seguintes requisitos :

Primeiro: Terá que ser uma data onde nenhum dos dois vai trabalhar cedo no dia seguinte.

Segundo: Terá que ser uma data onde vocês não trabalharam o dia inteiro para que não estejam cansados.

E por último: Terá que ser uma data onde você tenha tempo de preparar os preliminares para que a noite seja um sucesso.



1º SENTIDO : VISÃO


Você é como um jardim cercado e fechado, É uma fonte particular...


No trecho das escrituras sagradas de cantares Deus nos mostra o quanto o sentido da VISÃO é importante, o homem olha para a sua amada e a compara com um jardim fechado e uma fonte particular, esses são lugares especiais e lindíssimos que antigamente somente reis e nobres possuíam.

Na noite dos 5 sentidos o primeiro sentido que vamos aguçar é o da VISÃO, então o ambiente e você devem estar diferentes e agradáveis ao olhar.

Nesta noite seu quarto vai deixar de ser um lugar de descanso para se tornar um ninho de amor.

Você vai usar a sua criatividade e orar para que Deus mostre como você pode enfeitar o local para se tornar mais atraente.





Vamos preparar o ambiente:

Durante o dia da preparação para a noite dos 5 sentidos arrume um tapete e muitas almofadas, coloque um jogo de lençol novo na cama.

Um arranjo de flores também pode trazer uma beleza especial para o quarto, uma foto dos dois num quadro, colocar um espelho grande num local estratégico, trazer para o quarto uma mesinha e dispor em cima o aparelho de som e produtos especiais como óleos perfumados, cremes de massagens, e muitas outras coisas! Use a sua criatividade, os recursos e o que você já possui em casa.

Sua aparência também é muito importante nesta estratégia, você não precisa ser uma atriz de cinema, a beleza está nos olhos de quem verdadeiramente quer ver.

Procure comprar uma camisola especial para ser usada somente nas noites do 5 sentidos, algo que te deixe bonita e realce o que tem de belo.


2º SENTIDO : PALADAR


O seus lábios tem gosto de mel...


Veja que no texto de cantares o sentido do paladar é muito importante e prazeroso para o casal.

Deus mostra como eles se deliciam no vinho, no leito, no mel e ele fala também de vários tipos de frutas. Pois nesta noite Deus quer que vocês desfrutem do prazer do paladar.

Prepare vários tipos de bebidas para vocês dois, sucos de frutas, vinhos sem álcool, chocolates líquidos, água com gás, refrigerantes.

As bebidas não devem ser servidas em copos comuns, mas em taças, já compre sempre duas sobrando prevendo o caso de uma quebrar no meio da noite, existem também umas taças de acrílico que são lindíssimas e o que é melhor, não quebram.




UMA NOITE DE SABOR ESPECIAL






Traga para o quarto também uma bandeja com frutas que você não costumam comer todos os dias como uva, tâmaras, maçãs já cortadas e descascadas, e outros tipos de frutas que vocês gostam.
Faça algum prato que possa ser considerado especial p ambos (algo que aguce o paladar), deixe tudo preparado já para a noite, você não poderá ficar na cozinha preparando coisas e deixando ele sozinho no quarto, então use a sua criatividade e prepare tudo e deixe no forno para receber um aquecimento rápido, prepare também pãezinhos com molhos especiais, são excelente idéias para que vocês possam degustar durante toda a noite.

Vá servindo aos poucos não coloque tudo de uma vez na frente dele, quando estiver no final, dá um tempo aí traz outra bandeja com outra porção diferente tenha o cuidado para não se empanturrarem de comida. Toda degustação deve ser regado de um bom papo e assuntos divertidos.

No final você pode servir alguma sobremesa que vocês gostam.






3º SENTIDO : OLFATO


“O seu perfume é o mais agradável que existe...os seus vestidos têm o cheiro dos monte Líbanos...Nele existe nardo e açafrão, canela e jasmim azul e toda espécie de incenso, há também mirra e aloés e outras plantas perfumadas...”

Veja como Deus mostra o quanto é importante o sentido do OLFATO para um casal que deseja intimidade profunda.

O cheiro durante a noite dos 5 sentidos deve ser aguçados de maneira muito especial. Veja no texto que não era um perfume qualquer era algo que dava muito prazer ao casal.




DEIXE O AMBIENTE PERFUMADO





O ambiente:
O quarto deve estar todo perfumado, os lençóis, tapete almofada e o perfume deve ser diferente do que vocês costumam usar no dia a dia, você pode procurar perfumes de ambiente ou mesmo perfume comum e espalha-lo pelo quarto.

O banheiro também por mais simples que seja deve estar perfumado, com algo diferente do dia a dia, experimente também jogar um pouquinho do perfume que usou no quarto, nas tolhas, você pode usar também aqueles sabonetes perfumados e caixinhas de essências que perfumam ambientes.


SE PRAPARE!




Na tarde que vai acontecer a noite dos 5 sentidos você deve se preparar de uma forma especial, lógico que existem mulheres que têm condição de ir no salão, se depilar, fazer uma massagem, escovar o cabelo, fazer as unhas se maquiar e ficar lindas para a noite.

Mas se a grana anda curta use a CRIATIVIDADE, você já experimentou pegar um creme bem gostoso misturar com açúcar e esfregar sobre a pele do seu corpo, sua pele vai ficar lisinha e extremamente cheirosa, faça isso à tarde, passe também um óleo no seu corpo quando estiver no banho, não esqueça da depilação, faça suas unhas e prepare seus cabelos, se prepare com se estivesse no dia do seu casamento.

O PERFUME É UM DOS SEGREDOS!





O perfume que você vai usar em seu corpo deve ser uma fragrância especial, você não deve usa-lo em outras ocasião, ele deve ser um segredo entre você e Jesus, e seu marido não deve saber o nome do perfume, guarde-o para usar somente em noites dos 5 sentidos.

Quando for comprá-lo faça uma oração ao Senhor:

Paizinho me mostre um perfume especial que vai atrair eu e meu marido para uma intimidade profunda, algo que o Senhor preparou para nós dois. Um cheiro que vai marcar a nossa intimidade, Me ajude Senhor!



4 SENTIDO : AUDIÇÃO








Minha namorada(o), minha noiva(o), minha esposa(o)! ...Você é a fonte do meu jardim...

Veja como não faltam palavras para ele elogiar a mulher amada ou vice versa, ele (ela) fala porque sabe que ela(ele) tem prazer em ouvir.

Ouvir uma palavra de elogio é algo que nos dá prazer! Deus quer que você mulher(homem) use e abuse desse recurso, existem mulheres que pensam que o marido já sabe por isso nunca falam, outras sentem vergonha.


Na noite dos 5 sentidos você vai falar coisas que ele nunca ouviu de você e assim você alcançará este sentido tão importante na vida do homem e tenha certeza que acabará também ouvindo palavras de elogios.
Durante o dia você vai imaginando as frases que vai falar para ele(ela)...




A música...


Não esqueça também de levar um aparelho de som para o quarto, faça uma seleção de músicas que agrada ao gosto dos dois, não somente o seu, mais dos dois e deixe sempre um som baixinho tocando. A música cria um ambiente gostoso no quarto e ajuda o casal relaxar.



5º SENTIDO : TATO




Como são deliciosas as suas carícias...

O Tato é um dos sentidos que você vai aguçar de uma forma diferente do que costuma fazer quando têm relação no dia a dia.

Faça massagens nele (nela), toque-o de uma forma mais ousada, peça a ele(ela) os carinhos que gostaria de receber.


NÃO SEJA VULGAR




Durante esta noite não tenha pressa de fazer sexo, talvez no começo pela situação de distanciamento que alguns casais estão vivendo nem haverá sexo, mas somente um namoro, uma reaproximação, alguns casais apenas vão dormir bem pertinho abraçados, não force a barra e nem dê a impressão de vulgaridade, longe disso, mostre a ele (ela) que apenas quer passar momentos juntos.

E para aqueles casais mais afoitos,a pressa é inimiga da perfeição, afinal se ir muito diretamente para o sexo correrá o risco de não desfrutar os outros sentidos, fale palavras ao ouvido dele-dela dando a entender que será uma noite de se curtirem sem pressa.


SERÃO 12 NOITES NO ANO!

Com certeza a cada mês você vai melhorar mais e mais, procure se esforçar! Sejam criativos! Lembre-se! Deus quer te ajudar mas não faz nada sozinho você tem que fazer a sua parte...

Fonte: Adaptado do blog : http://femininablog.blogspot.com/

sábado, 4 de junho de 2011

Criativas demonstraçãos de AMOR...

Quem não gosta de se sentir amado logo quando acorda?

Tomar café com quem se ama é muito bom né?

Olha que lindo este café...

Vamos aproveitar a idéia né???





Quem não gosta de café que tal um chá???



Aproveite e saiba saborear o café muito bem acompanhado...

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Saúde EMOCIONAL




Nunca a humanidade viveu um estado de agitação como neste inicio de século. Insegurança, violência, desemprego, crises sociais, políticas, econômicas de toda ordem, medo do futuro, mudanças, progresso tecnológico vertiginoso, altos índices de obsoletização em curtíssimo prazo. Cada nova solução gera novo problema que requer nova solução...O homem nunca foi tão exigido. Os próximos cinco anos prometem ser mais velozes que os últimos cinqüenta!

Se antes utilizávamos o termo “profissões de alta performance” para atletas olímpicos ou pilotos de Fórmula 1, onde a diferença entre o sucesso e o fracasso está em milésimos de segundo, hoje a utilizamos para todas as profissões.Devido à alta competitividade todos somos “profissionais de alta performance”, significando que a diferença entre vencedores e vencidos é um detalhe.Treinamento, atualização, flexibilidade, preparo emocional, auto-estima no lugar.
Estaríamos psicologicamente preparados para tal?

Se a evolução cultural se deu com muito mais velocidade que a biológica estamos numa encruzilhada. Por um lado a demanda de mudanças ocorre em ritmo alucinante. Por outro, o equipamento biológico é o mesmo de nossos ancestrais da idade da pedra, que acionavam eventualmente o “sistema de alarme” diante do perigo, numa espécie de “susto”, quando se viam diante de ameaças representadas por predadores, intempéries, invasões tribais. Os perigos eram externos, concretos, eventuais. Predadores apareciam episodicamente. Mobilizavam a sensação de medo que os levavam a resolver a situação lutando ou fugindo.

E nós? Nossos “predadores” estão dentro de nós. A necessidade de desempenho, o medo do amanhã, a incontrolabilidade de inúmeras situações com que nos defrontamos, a velocidade com que tudo ocorre nos mantém em estado de prontidão! Isso quer dizer stress, ansiedade, preocupação, depressão, irritabilidade, que bloqueiam nosso potencial e acabam com nossa saúde.
Hoje conhecemos a estreita relação entre as emoções e a saúde física e mental. Cada vez mais sabemos que “a cabeça comanda o processo” e que a felicidade depende do uso adequado de nossas emoções. Há quarenta anos atrás o Prof. Alípio Correia Neto dizia que a úlcera gástrica tinha poderoso componente emocional e riram dele...Hoje ririam se ele não dissesse...

E, doenças à parte, a qualidade de vida, como fica? Alem de problemas físicos diversos, as emoções bem conduzidas são componentes importantes e fundamentais da auto-estima, essencial para a qualidade de vida, para o usufruto desse progresso que ajudamos a fomentar, sem o que ele não se justificaria. Usufruímos nosso potencial? O realizamos na plenitude? Nos conhecemos o suficiente para controlarmos nossas emoções e fazer bom uso delas? Temos previsibilidade em nosso comportamento ou somos tomados de sobressalto a cada momento com temores fora de hora? Adiamos decisões importantes? Usufruímos nosso direito à felicidade e ao sucesso ou parece que nos auto sabotamos “na hora H” quando tudo parecia caminhar bem? E nossos relacionamentos? Temos medo de lutar por algo melhor ou nos acomodamos por tédio, medo “de não dar certo” (ou de dar certo?...), ou seja, lá o que for?

COMPREENDE PORQUE A PSICOLOGIA PODE AJUDÁ-LO MESMO SEM CONSIDERAR CASOS CLÍNICOS?? Vislumbra a necessidade do autoconhecimento emocional sem o qual a lógica da razão sucumbe à ilogicidade da emoção, tornando-nos reféns dela ou aprisionando-nos por medo e inércia? Compreende como a Psicologia, longe de ser “tratamento para loucos”ou “sinal de fraqueza ou dependência”, é poderoso instrumento de equilíbrio e eficiência? De otimização do mais perfeito dos computadores que é a mente humana de cujo funcionamento adequado depende, em última análise, A FELICIDADE!

Fonte: http://www.tommaso.psc.br/site/artigos/?id_artigo=117

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Acredita em anjo???

Queridos,

Faltam 10 dias para a comemoração do dia dos NAMORADOS,mas que coisa mais sem graça somente um dia né? Vamos fazer de forma diferente pois desta vez vamos dedicar os dez dia para o festejo e apartir de hoje estarei postando material para os casais de namorados... Se inspirarem e festejarem com muito romantismo...

Para começar com chave de ouro nada mais romântico do que a letra da música ANJO...






"Acredita em anjo
Pois é, sou o seu
Soube que anda triste
Que sente falta de alguém
Que não quer amar ninguém.

Por isso estou aqui
Vim cuidar de você
Te proteger, te fazer sorrir
Te entender, te ouvir
E quando tiver cansada
Cantar pra você dormir.

Te colocar sobre as minhas asas
Te apresentar as estrelas do meu céu
Passar em Saturno e roubar o seu mais lindo anel.

Vou secar qualquer lágrima
Que ousar cair
Vou desviar todo mal do seu pensamento
Vou estar contigo a todo momento
Sem que você me veja
Vou fazer tudo que você deseja.

Mas, de repente você me beija
O coração dispara
E a consciência sente dor
E eu descubro que além de anjo
Eu posso ser seu amor.

Vou secar qualquer lágrima
Que ousar cair
Vou desviar todo mal do seu pensamento
Estar contigo a todo momento
Sem que você me veja
Farei tudo, tudo, tudo que deseja.

Mas, de repente você me beija
O coração dispara
E a consciência sente dor
E eu descubro que além de anjo
Eu posso ser seu amor..."

Composição: Lauro Reis e Saulo fernandes

Tendência: Saia longa

Queridas,

Adorei esta tendência! Mas e agora como usar? Estou postando alguns estilos para que assim vocês possam se inspirar e usar a vontade...

Bjokas


Simplesmente linda!



Visual despojado...



Saia com jaqueta de couro...

Ficou show!!!



Muito lindo!!!





E para fechar...

quarta-feira, 1 de junho de 2011

O QUE VOCÊ ESCONDE?

Todos temos, em alguma medida um segredo muito bem guardado.Vale a pena revela-lo ou gardá-lo para si?




Todo mundo tem algum tipo de segredo. Uma mania, uma fantasia, o desejo de vingança, um romance proibido, o passado nebuloso; são tantas as variantes que nem cabe listá-las aqui. E porque elas existem entende-se que as ocultações permeiam a existência humana, tanto que é difícil imaginar um bom romance, uma boa novela (quem matou Odete Roitman?), um bom filme sem uma pitada de segredo. Um bom exemplo disso pode ser visto no filme As Pontes de Madison, dirigido por Clint Eastwood. Em menos de dois minutos, o roteiro revela ao espectador que as duas horas seguintes discorrerão sobre as coisas que guardamos para nós. "Talvez vocês descubram que sua mãe tinha milhões de segredos", diz uma personagem ao casal de filhos cuja mãe, encarnada pela impecável Meryl Streep, havia deixado de herança para ambos a revelação de algo muito secreto: o romance que ela viveu com um fotógrafo durante os quatro dias em que o marido e os filhos viajaram. Três diários trancados em um baú continham os detalhes das confidências de Francesca Johnson. De tão íntimas, ela não as contou nem após a morte do marido. Mas ao mesmo tempo era algo tão importante que ela não conseguiu levá-lo para o túmulo sem compartilhá-lo com o filho e a filha.

Segredos são assim. Alguns contados, outros não. Tudo depende de o que eles nos causam e de como convivemos com eles. É normal guardarmos para nós o que não queremos dividir com amigos, parentes, namorado, marido, filhos. "Não se compartilha tudo nas relações", afirma o psiquiatra Eduardo Ferreira-Santos, de São Paulo. Porque em uma relação a dois existe o Eu, o Tu e o Nós, e as pessoas têm de ter isso muito bem organizado intimamente e entender que o Eu é fundamental para a vida de cada um, já que nele estão nossos genuínos pensamentos, sentimentos, desejos, sonhos, manias, fantasias, devaneios e, claro, segredos.


Medo de verdade

Uma tia de meu pai bem que tentou guardar uma história por toda a vida, não tivesse o seu próprio segredo batido à porta. Cerca de um ano e meio antes de morrer, ela confidenciou à minha mãe um passado de fazer inveja a Janete Clair, a rainha da teledramaturgia brasileira. A jovem Alzira, então colhedora de café, foi obrigada a casar com o filho de um fazendeiro. Tiveram uma filha, mas de tão infeliz a moça largou tudo e todos e fugiu para São Paulo, onde formou nova família. Alzira viveu na tranquilidade até chegar o seu "momento novela das 8", quando o telefone tocou e do outro lado estava a filha abandonada querendo conhecer a mãe. A essa altura já tinham se passado mais de 50 anos de uma ocultação que só veio à tona porque Alzira não sabia se aceitava o convite para um encontro - que aconteceu - e pediu conselho à minha mãe.

Durante todos esses anos ela não sentiu remorso por ter abandonado a filha, pois tudo aconteceu quando ainda era muito jovem e imatura. Como não queria escarafunchar algo tão antigo, preferiu ficar em silêncio e guardar essa história em seu baú interno de memórias. "Um dos traços do segredo é a solidão e a sensação da manutenção de individualidade que ele carrega", afirma o psicanalista Rubens Marcelo Volich, de São Paulo. Assim, ao conservar algo para si, a pessoa também alimenta a ideia de que mantém sua individualidade distante dos olhares de julgamento que podem acompanhar quem ouve uma revelação. "Todos têm seu Dorian Gray guardado no sótão", afirma Ferreira- Santos, em uma alusão ao livro do escritor Oscar Wilde. O Retrato de Dorian Gray conta a história de um belo jovem que parou de envelhecer depois de ser retratado por um pintor. Os atos escusos cometidos por Dorian vão transformando seu lindo rosto pintado na tela em um monstro repugnante, reproduzindo a feiura interior de Dorian - ou melhor, seu lado mais sombrio -, até o dia em que esse segredo é descoberto e ele destrói o quadro, morrendo em seguida.

Muitas vezes as pessoas escondem as coisas por medo de serem mal interpretadas ou julgadas - até aí, nenhum problema. "O ruim é quando essa história secreta pode atingir os outros de forma nociva", afirma Volich. Paulo foi vítima de uma situação assim - ele e os demais entrevistados, com exceção dos especialistas, tiveram o nome trocado para preservar sua identidade. Nos anos 1990, terminou um namoro e logo soube que a ex estava doente, internada no hospital. "Fui visitá-la e fiquei perplexo quando li no prontuário médico que a Julia era soropositiva. Namoramos quase um ano e ela não me disse nada. Tive de fazer três exames na época e um deles demorava um mês para ficar pronto, já que era realizado nos Estados Unidos. Minha vida ficou em suspensão até eu ter certeza de que não tinha sido contaminado", conta. Quando perguntou à ex por que ela não contara que tinha o vírus da aids, ela explicou que não teve coragem de dizer a verdade por medo de ser abandonada.


Confiança e catarse

Na mesma proporção que o medo, o preconceito muitas vezes impede as pessoas de serem transparentes. O corretor de seguros Heitor contou apenas para um colega da empresa em que trabalha que é soropositivo. "Só ele e meu chefe sabem. Preferi não dizer a mais ninguém porque ainda existem pessoas que olham feio para o portador do vírus." Essa escolha revela que há um critério de seleção do confi- dente (mesmo que inconsciente), já que as pessoas buscam a cumplicidade de quem ouve.

"O segredo tem ao menos um depositário. Um diário de anotações, um amigo ou um profissional especializado, como o psicólogo, o psicanalista ou o psiquiatra", diz Christina Hajaj Gonzalez, coor- denadora do Ambulatório de Transtornos Obsessivos Compulsivos da Universidade Federal do Estado de São Paulo. A psiquiatra afirma que o risco de escolher um amigo para confiar algo secreto está no fato de ele não conseguir guardar aquilo para si. Não somente porque muitas pessoas não sabem ficar caladas, mas porque a confidência pode ser muito grave e quem a ouve pode não dar conta de guardá-la.

As informações passadas para o site Wikileaks, por exemplo, podem ser encaradas como segredos que os informantes preferem passar adiante, pois sabem o quanto eles são capazes de interferir nos rumos do planeta. "Com certeza o Wikileaks cumpre um grande papel junto à humanidade ao denunciar, entre outras coisas, aquilo que o governo dos Estados Unidos tentou esconder. Os documentos vazados sobre as guerras do Afeganistão e do Iraque demonstraram que existiam questões que iam muito além do que era selecionado para divulgar", afirma o consultor de relações internacionais Thomas de Toledo, de Campinas (SP).

Na esfera pessoal dos segredos, a certeza de que ele não vazará ao ser confidenciado está garantida quando ele é contado ao terapeuta. "O que se conversa no consultório não sai dele. Quando o paciente demostra a intenção de matar ou agir contra alguém, ou quando ele sabe que um réu está sendo julgado injustamente, nesse caso vai do terapeuta o bom senso de avaliar a quebra de fatos secretos em benefício dos outros", diz Christina Gonzalez.

A figura do padre - ou do pastor e do mentor religioso ou espiritual - também está acima de qualquer suspeita. "Quando uma pessoa procura o sacerdote, ela quer mudar de pensamento, de vida. Ela quer se transformar", afirma o padre Beto Badiani, da Diocese de Santo Amaro, em São Paulo. Segundo ele, a confissão tem poder libertador. "Pode, sim, haver uma catarse quando se conta um segredo", afirma a paulistana Adriana Dorgan, especializada em psico-oncologia e psicologia clínica. Só de ter alguém nos ouvindo, a situação pode não parecer tão ruim ou, melhor ainda, quando nos ouvimos falar, percebemos que aquilo não é grave como imaginávamos. "Quando compartilha, às vezes acontece de a pessoa entender os motivos de uma fobia ou compulsão", explica Adriana.

Miriam tinha um costume diferente: ou ela não jantava ou comia pouquíssimo à noite. Muitas vezes atacava a geladeira de madrugada até saciar a fome. Conviveu com o hábito durante décadas e recentemente segredou- o para duas amigas. "Depois, conversando com a minha mãe, entendi que eu não comia direito porque temia o olhar de reprovação dela diante da minha gulodice nas refeições. Meu segredo escondia o medo de ser pega comendo muito."


Silêncio protetor

Também há momentos em que o segredo pode ser necessário. O executivo Roberto viveu uma situação difícil e teve de cortar um dobrado em benefício do silêncio. "O telefone tocou no domingo e era uma funcionária minha aos prantos, dizendo que o chefe dela, então meu braço direito, a tinha assediado por telefone na casa dela. Descobri que ele estava tomando calmantes indiscriminadamente e tinha dado uma pirada naquele dia. Conversei com a funcionária, expliquei o que estava acontecendo e dei uma semana de folga ao meu assistente. Pedi que ela mantivesse sigilo sobre o que aconteceu, porque ele estava descontrolado e nem sabia o que tinha feito."

Para Roberto, o mais complicado nesse episódio foi ele ter de convencer a funcionária a guardar o acontecido e também a si próprio, para não contar a verdade ao protagonista da confusão. "Por muito tempo me questionei se agi certo, se eu não pequei pela bíblia empresarial. Pelo lado corporativista, não sei. Mas pelo lado pessoal acho que fiz certo, pois ninguém foi prejudicado", conta.

Manter um segredo sob certa aura de silêncio e confraria é comum na Polícia Civil. Quem me garante é o delegado T.F.A., de São Paulo. Ele explica que há um código de ética entre os policiais. "Quando participamos de uma ação, o que acontece fica entre todos os que estiveram nela. Se alguma coisa vazar, sabemos que foi dita por alguém do grupo. E, se for um vazamento de informação muito grave, o responsável por isso sabe que ‘caguetas’ não têm vez na Polícia."

E como voltar para casa leve quando se trabalha em um universo como esse? Segundo o delegado, ele aprendeu a ser dois-em-um. "Na delegacia sou sisudo. É o oposto do meu lado social, quando sou brincalhão. Aprendi com meu pai, que também era policial, que um segredo não se conta para ninguém. Uma vez dito, já não é mais secreto."

O advogado criminalista Alexandre Khuri Miguel, de São Paulo, partilha do mesmo princípio de que segredo não se fala. Por força do seu trabalho - muitos de seus clientes são traficantes e criminosos -, guardar esses fatos garante a confiança do cliente. "É importante que ele acredite em mim para me contar o que aconteceu e eu montar a defesa", explica. Nem mesmo com a mulher Miguel comenta sobre os casos nos quais está trabalhando.


Na mesma proporção que o medo, o preconceito muitas vezes impede as pessoas de serem transparentes. O corretor de seguros Heitor contou apenas para um colega da empresa em que trabalha que é soropositivo. "Só ele e meu chefe sabem. Preferi não dizer a mais ninguém porque ainda existem pessoas que olham feio para o portador do vírus." Essa escolha revela que há um critério de seleção do confi- dente (mesmo que inconsciente), já que as pessoas buscam a cumplicidade de quem ouve.

"O segredo tem ao menos um depositário. Um diário de anotações, um amigo ou um profissional especializado, como o psicólogo, o psicanalista ou o psiquiatra", diz Christina Hajaj Gonzalez, coor- denadora do Ambulatório de Transtornos Obsessivos Compulsivos da Universidade Federal do Estado de São Paulo. A psiquiatra afirma que o risco de escolher um amigo para confiar algo secreto está no fato de ele não conseguir guardar aquilo para si. Não somente porque muitas pessoas não sabem ficar caladas, mas porque a confidência pode ser muito grave e quem a ouve pode não dar conta de guardá-la.

As informações passadas para o site Wikileaks, por exemplo, podem ser encaradas como segredos que os informantes preferem passar adiante, pois sabem o quanto eles são capazes de interferir nos rumos do planeta. "Com certeza o Wikileaks cumpre um grande papel junto à humanidade ao denunciar, entre outras coisas, aquilo que o governo dos Estados Unidos tentou esconder. Os documentos vazados sobre as guerras do Afeganistão e do Iraque demonstraram que existiam questões que iam muito além do que era selecionado para divulgar", afirma o consultor de relações internacionais Thomas de Toledo, de Campinas (SP).

Na esfera pessoal dos segredos, a certeza de que ele não vazará ao ser confidenciado está garantida quando ele é contado ao terapeuta. "O que se conversa no consultório não sai dele. Quando o paciente demostra a intenção de matar ou agir contra alguém, ou quando ele sabe que um réu está sendo julgado injustamente, nesse caso vai do terapeuta o bom senso de avaliar a quebra de fatos secretos em benefício dos outros", diz Christina Gonzalez.

A figura do padre - ou do pastor e do mentor religioso ou espiritual - também está acima de qualquer suspeita. "Quando uma pessoa procura o sacerdote, ela quer mudar de pensamento, de vida. Ela quer se transformar", afirma o padre Beto Badiani, da Diocese de Santo Amaro, em São Paulo. Segundo ele, a confissão tem poder libertador. "Pode, sim, haver uma catarse quando se conta um segredo", afirma a paulistana Adriana Dorgan, especializada em psico-oncologia e psicologia clínica. Só de ter alguém nos ouvindo, a situação pode não parecer tão ruim ou, melhor ainda, quando nos ouvimos falar, percebemos que aquilo não é grave como imaginávamos. "Quando compartilha, às vezes acontece de a pessoa entender os motivos de uma fobia ou compulsão", explica Adriana.

Miriam tinha um costume diferente: ou ela não jantava ou comia pouquíssimo à noite. Muitas vezes atacava a geladeira de madrugada até saciar a fome. Conviveu com o hábito durante décadas e recentemente segredou- o para duas amigas. "Depois, conversando com a minha mãe, entendi que eu não comia direito porque temia o olhar de reprovação dela diante da minha gulodice nas refeições. Meu segredo escondia o medo de ser pega comendo muito."

Manter um segredo sob certa aura de silêncio e confraria é comum na Polícia Civil. Quem me garante é o delegado T.F.A., de São Paulo. Ele explica que há um código de ética entre os policiais. "Quando participamos de uma ação, o que acontece fica entre todos os que estiveram nela. Se alguma coisa vazar, sabemos que foi dita por alguém do grupo. E, se for um vazamento de informação muito grave, o responsável por isso sabe que ‘caguetas’ não têm vez na Polícia."

E como voltar para casa leve quando se trabalha em um universo como esse? Segundo o delegado, ele aprendeu a ser dois-em-um. "Na delegacia sou sisudo. É o oposto do meu lado social, quando sou brincalhão. Aprendi com meu pai, que também era policial, que um segredo não se conta para ninguém. Uma vez dito, já não é mais secreto."

O advogado criminalista Alexandre Khuri Miguel, de São Paulo, partilha do mesmo princípio de que segredo não se fala. Por força do seu trabalho - muitos de seus clientes são traficantes e criminosos -, guardar esses fatos garante a confiança do cliente. "É importante que ele acredite em mim para me contar o que aconteceu e eu montar a defesa", explica. Nem mesmo com a mulher Miguel comenta sobre os casos nos quais está trabalhando.


Respeito à individualidade

Preservar segredos nas relações a dois mantém a individualidade. "É importante isso estar presente no namoro, no casamento. Eu acho que há coisas que não devem ser ditas, como uma ficada em uma festa, um caso passageiro", diz a terapeuta familiar Flávia Stockler, de São Paulo. A psicanalista defende que se as coisas estão bem entre as pessoas não há necessidade de levantar poeira, bagunçar a vida. "Também não acho justo com o outro xeretar a pasta de trabalho, o celular, o e-mail. Isso é invasão de privacidade gerada pelo medo e pela insegurança. E uma relação sem confiança não é válida."

Durante os 12 anos em que ficou casada, Ana Beatriz tinha uma relação aberta com o marido. "Sabíamos a senha de e-mail um do outro até por questão profissional. Como ainda não havia smartphone com internet e eu trabalho na rua, vez ou outra eu ligava para o Fernando pedindo para ele ver se tinha algum e-mail importante. Durante esses anos eu nunca vasculhei as mensagens dele." Mas depois da separação, ao descobrir que Fernando não mudou sua senha, Ana Beatriz xeretou a caixa postal do ex para saber com quem ele vinha saindo. "Eu queria saber se ele estava com alguém que conhecíamos enquanto fomos casados ou se eram novas amigas", revela.

De fato as pessoas guardam tantas coisas (e de naturezas tão diversas) que em 2004 o norte-americano Frank Warren criou o blog www. postsecret.com, onde publica mensagens de cartões-postais enviados por anônimos contando o que guardam somente para si. Entre as revelações postadas a cada domingo há algumas surpreendentes, como esta: "Querido marido, acredite em mim quando eu digo que você não deve ter ciúmes dos homens que eu conheço, mas sim das mulheres gays". "Todos nós temos segredos e eu acho que é isso o que nos torna interessantes", diz Warren, que já publicou quatro livros com o título Post Secret, contendo uma compilação dos melhores segredos que chegaram até sua caixa de correio.

Ao abrir espaço para as pessoas destrancarem seu baú interno, Frank Warren cria um ambiente de vazão do que elas não conseguem manter para si, mas que também não querem compartilhar com quem conhecem. Desde que foi criado, o blog já recebeu mais de 500 mil mensagens, em uma prova incontestável de que todo mundo tem algo a revelar - até mesmo Frank Warren, que me contou que em cada livro Post Secret há pelo menos
um segredo seu publicado.

Fonte:http://vidasimples.abril.com.br/edicoes/106/grandes_temas/o-que-voce-esconde-629285.shtml