Follow by Email

segunda-feira, 28 de março de 2011

MODA MASCULINA: Outono/Inverno 2011.

Queridos,

Os homens também gostam de se vestir impecáveis e ficarem lindos né?
Daí trouxE algumas informações de moda Outono/inverno 2011 para ELES.

Outono chegando e nada melhor do que saber quais serão as peças chave do guarda roupa masculino para este outono inverno 2011. Fazendo jus à estação, a moda traz ao homem uma proposta sóbria e elegante, porém muito mais sensual e ousada do que pudemos observar nas coleções passadas. Para um homem que se preocupa não só com a aparência, superficialmente falando, mas também com toda intenção e simbologia existente por trás de determinada peça de roupa.

Austera e conservadora, a moda masculina outono inverno 2011 promete peças clássicas, com ternos elegantes de corte e modelagens perfeitas. Ou melhor, impecáveis. Dando lugar a uma silhueta séria, a alfaiataria masculina apresenta uma palheta de cores escuras que tem como base o cinza, azul, cáqui, ocre e bastante preto.

"ARMANI"



As gravatas continuam escuras e bem estreitas, em contrapartida, as camisas surgem branquíssimas, ou, para os homens mais moderninhos e jovens, prateadas e também escuras. Esses tons também se estendem aos ternos, que ainda podem vir metalizados e com riscas desde discretas e suaves às chamativas. Tendência forte em matéria de calçado masculino, o poderoso modelo estreito de bico fino é, sem dúvida, o sapato social que mais fará a cabeça dos homens. Principalmente, por atribuir um toque ainda mais elegante e moderno ao look.

Apostando na modernidade, a moda esportiva e casual masculina do outono inverno 2011 traz roupas e acessórios que aliam o que de melhor há em termos de inovação. Poderemos ver peças bem equipadas e com muito estilo, feitas com tecidos tecnológicos – que garantem maior desempenho nas atividades diárias -, em cores vibrantes mescladas a tonalidades escuras e neutras, além da predominância de modelagens mais volumosas.

Peças fundamentais no outono inverno, os suéteres e cachecóis, em 2011, contrapõem um pouco a seriedade da estação, investindo em padronagens divertidas e inusitadas, com estampas étnicas e geométricas.

Seguindo a tendência militar, os casacos e jaquetas, sinônimo de descontração e rebeldia, passam a ganhar destaque até nas produções mais sofisticadas, nos tons de cinza e verde, eles aparecem em modelagens e comprimentos ajustados e curtos. As calças estarão retas e com a barra mais alongada, aposte nas escuras (no estilo total black) e com lavagens super detonadas. Já as blusas, trazem modelos de gola olímpica e decotes em “V”, sensação desta temporada, ficam ótimas se combinadas a suéteres, camisas, cardigãns, casacos e jaquetas.
Fonte:Modaeroupas.com

"lACOSTE"



"INDIVIDUAL"

domingo, 27 de março de 2011

MODA: um tiquim de cada estilo outono inverno 2011

Queridos,

Não resistir em postar o que anda fazendo a cabeça das mulheres nesta nova temporada é a nova coleção outono inverno 2011.
A moda está um luxo!!! Muitas peças são inspiradas nos anos 60-70 Cada peça postada vou estar trazendo o nome da grife...


Agora é só aguardar o frio lindíssimas!!!

Vestido da condotti


Boneca de luxo



Que lindo!!! adorei...






Maria Valentina


"Dimy"


Maravilhoso!!!

"Lita Mortari"








"Dimmy"






"Mauy"


"Maria valentina"





Deixo aqui uma pequena amostra mostrando como está maravilhoso esta nova coleção é para ficar de queixo caído rsrs

Depois eu posto mais...

beijokas..

Decoração :Arranjo de flores

Quem não gosta de flores? Elas tem o dom de alegrar nosso dia e dar um "up" no nosso lar.

Achei este arranjos um luxo!



Este é muito lindo!!

Humm muito fofo!



Imagens do blog: 50 vezes linda:Achados de decoração

DECORAÇÃO..

Domingo... pós almoço nada como uma boa cama para inspirar os sonhos e claro né! ter um belo descanço...

É da coleção "legacy home", bem chique!!!! Cuidado para sonhar tanto e esquecer de acordar na segunda!!! rsrs

Um luxo!!!

Sociologia - AS MULHERES NÃO SÃO HOMENS

Considerei bem interessante este artigo e consequentemente o tema tratado, quis deixar registrado como um tiquinho de cada assunto e ESTILO.

Usar um dia do ano para comemorar o dia da mulher é sintomático de uma sociedade ainda machista. Agora que tal data só desapareceu no horizonte e as mulheres voltaram (infelizmente) para seus lugares... posto um texto do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos. Segue abaixo:


"A cultura patriarcal tem uma dimensão particularmente perversa: a de criar a ideia na opinião pública que as mulheres são oprimidas e, como tal, vítimas indefesas e silenciosas. Este estereótipo torna possível ignorar ou desvalorizar as lutas de resistência e a capacidade de inovação política das mulheres" (Boaventura de Sousa Santos).

No passado dia 8 de março celebrou-se o Dia Internacional da Mulher... continue lendo
Os dias ou anos internacionais não são, em geral, celebrações. São, pelo contrário, modos de assinalar que há pouco para celebrar e muito para denunciar e transformar. Não há natureza humana assexuada;


há homens e mulheres. Falar de natureza humana sem falar na diferença sexual é ocultar que a “metade” das mulheres vale menos que a dos homens. Sob formas que variam consoante o tempo e o lugar, as mulheres têm sido consideradas como seres cuja humanidade é problemática (mais perigosa ou menos capaz) quando comparada com a dos homens. À dominação sexual que este preconceito gera chamamos patriarcado e ao senso comum que o alimenta e reproduz, cultura patriarcal.

A persistência histórica desta cultura é tão forte que mesmo nas regiões do mundo em que ela foi oficialmente superada pela consagração constitucional da igualdade sexual, as práticas quotidianasdas instituições e das relações sociais continuam a reproduzir o preconceito e a desigualdade. Ser feminista hoje significa reconhecer que tal discriminação existe e é injusta e desejar activamente que ela seja eliminada. Nas actuais condições históricas, falar de natureza humana como se ela fosse sexualmente indiferente, seja no plano filosófico seja no plano político, é pactuar com o patriarcado.
A cultura patriarcal vem de longe e atravessa tanto a cultura ocidental como as culturas africanas, indígenas e islâmicas. Para Aristóteles, a mulher é um homem mutilado e para São Tomás de Aquino, sendo o homem o elemento activo da procriação, o nascimento de uma mulher é sinal da debilidade do procriador. Esta cultura, ancorada por vezes em textos sagrados (Bíblia e Corão), tem estado sempre ao serviço da economia política dominante que, nos tempos modernos, tem sido o capitalismo e o colonialismo. Em Three Guineas (1938), em resposta a um pedido de apoio financeiro para o esforço de guerra, Virginia Woolf recusa, lembrando a secundarização das mulheres na nação, e afirma provocatoriamente: “Como mulher, não tenho país. Como mulher, não quero ter país. Como mulher, o meu país é o mundo inteiro”.

Durante a ditadura portuguesa, as Novas Cartas Portuguesas publicadas em 1972 por Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, denunciavam o patriarcado como parte da estrutura fascista que sustentava a guerra colonial em África. "Angola é nossa" era o correlato de"as mulheres são nossas (de nós, homens)" e no sexo delas se defendia a honra deles. O livro foi imediatamente apreendido porque justamente percebido como um libelo contra a guerra colonial e as autoras só não foram julgadas porque entretanto ocorreu a Revolução dos Cravos em 25 de Abril de 1974.


(...)


Mas a cultura patriarcal tem, em certos contextos, uma outra dimensão particularmente perversa: a de criar a ideia na opinião pública que as mulheres são oprimidas e, como tal, vítimas indefesas e silenciosas. Este estereótipo torna possível ignorar ou desvalorizar as lutas de resistência e a capacidade de inovação política das mulheres. É assim que se ignora o papel fundamental das mulheres na revolução do Egipto ou na luta contra a pilhagem da terra na Índia; a acção política das mulheres que lideram os municípios em tantas pequenas cidades africanas e a sua luta contra o machismo dos lideres partidários que bloqueiam o acesso das mulheres ao poder político nacional; a luta incessante e cheia de riscos pela punição dos criminosos levada a cabo pelas mães das jovens assassinadas em Cidade Juarez; as conquistas das mulheres indígenas e islâmicas na luta pela igualdade e pelo respeito da diferença, transformando por dentro as culturas a que pertencem; as práticas inovadoras de defesa da agricultura familiar e das sementes tradicionais das mulheres do Quénia e de tantos outros países de África; a resposta


Das mulheres palestinianas quando perguntadas por auto-convencidas feministas europeias sobre o uso de contraceptivos: “na Palestina, ter filhos é lutar contra a limpeza étnica que Israel impõe ao nosso povo”.


Boaventura de Sousa Santos é sociólogo e professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (Portugal).


Fonte: Carta Maior. Foto:portalserradacapivara.com.br
Café com sociologia- blog

Natureza e arte contemporânea

UM PARAÍSO DA NATUREZA EM MINAS GERAIS
Instituto Inhotim,um dos acercos mais importante de arte contemporânea do BRASIL, aproximadamente há 60 km de Belo Horizonte -MG, de carro cerca de uma hora e trinta minutos,onde a arte convive diretamente com a natureza, o visitante tem diante de si inúmeras possibilidades de caminhos e percursos, onde ora se depara com obras de arte, ora com espécies raras de planta. Não há como sugerir um único trajeto. Não há roteiros predefinidos; melhor é se entregar à experiência Inhotim.

É aberta à visitação pública às quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 16h30 (última entrada às 16h00), e aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30 (última entrada às 17h00).

Um passeio fantástico vale a pena conferir...


Gente!!! este lugar é lindo!!!


Vou trazer um tiquim das maravilhas de cada parte do nosso Brasil...

Saúde na terceira idade

Exercícios físicos podem melhorar memória de idosos
1 de fevereiro de 2011

+Saúde D. A prática regular de exercícios físicos moderados durante um ano pode aumentar o tamanho do hipocampo cerebral em adultos com mais de 55 anos, proporcionando um aumento da memória espacial, segundo um novo estudo.

O hipocampo é a área do cérebro responsável pela formação de todos os tipos de memória.

O estudo, conduzido por pesquisadores das universidades de Pittsburgh, Illinois, Rice e Ohio State, foi publicado na revista especializada “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

“Os resultados de nossa pesquisa são particularmente interessantes por sugerirem que mesmo modestas quantidades de exercício podem fazer com que adultos idosos sedentários registrem melhora substancial da memória e da saúde do cérebro”, explica Art Kramer, diretor do Beckman Institute na Universidade de Illinois e principal autor do estudo.

“Estas melhorias têm implicações importantes para a saúde de nossos cidadãos e para o aumento da população idosa em todo o mundo”, acrescenta.

Para seu projeto, os cientistas convocaram 120 idosos sedentários sem qualquer sinal de senilidade e divididos ao acaso em dois grupos. O primeiro começou a praticar um regime de exercícios leves, como caminhar 40 minutos por dia, três vezes por semana. O segundo manteve apenas atividades como alongamento e exercícios de tonificação muscular.

Os resultados mostram que o grupo que praticou a atividade aeróbica registrou um aumento do volume do hipocampo nos dois lados do cérebro (2,12% no esquerdo, 1,97% no direito).

As mesmas regiões do cérebro dos participantes que ficaram no grupo dos exercícios de alongamento sofreram um aumento de 1,4% e 1,43%, respectivamente.

“Estamos acostumados a achar que a atrofia que ocorre no hipocampo no fim da vida é praticamente inevitável”, diz o autor. “Mas nós mostramos que mesmo exercícios moderados durante um ano podem aumentar o tamanho desta estrutura. O cérebro nesta fase permanece maleável”.

Fonte: Folha.com
Postado do jornal eletrônico:saudavelms.com.br

Um sonho começando a tomar forma...

Queridos,


                   Este é o meu primeiro comentário, pois aqui se inicia os primeiros passos para realizar um sonho, uma vez que sempre quiz fazer um blog, mas e aí? falar de que? pois gosto de tanta coisa e escolher somente um assunto ia me sentir incompleta, acabaria se tornando  superficial falar somente de um assunto, daí estas palavras não sairam da cabeça Um tiquim De Cada ESTILO!!! taí!!!!  era isto que o que faltava para dar início ao meu sonho. Assim poderia falar de TUDO que eu amo , mas somente um tiquim, rs não ficando preso somente há um estilo...
E neste espaço quero poder contribuir com vcs com TUDO que eu for achando por aí em TODOS OS ESTILOS...
E estejam a vontade para comentar, trazer sugestões para que assim consigamos construir um BLOG de ESTILO!!!

Um beijo grande!!!

Cris Manoela